Hacktivismo e Ciberativismo

Hackers são pessoas com conhecimentos técnicos em informática que buscam a todo momento desenvolver novas maneiras de processamento de informação e comunicação eletrônica. Eles são programadores de computador que solucionam problemas através de métodos não convencionais e suas atividades, normalmente, não são autorizadas. Para Steven Levy, no livro “Hackers: Heroes of the Computer Revolution”, mais do que transgressores de sistemas, os hackers promovem, em sua maioria, a disseminação de conhecimento e a livre circulação de informação. Ao fazerem novas descobertas eles compartilham o conhecimento adquirido na rede, portanto a função dessa cultura na construção da internet é essencial, sendo que, através do compartilhamento de suas descobertas e comunicação livre, fomentam a inovação tecnológica.

A termo “Hacktivismo” é utilizado para associar ativismo politico e desobediência civil a atividades de hacking. Devido as crescentes ocorrências ativistas na internet, impulsionadas e paralelas ao avanço tecnológico dos processos comunicativos da rede, fez-se necessário entende-lo como uma das tipologias do ciberativismo.

Apesar de possuírem finalidades e motivações em comum, a forma de agir afim de alcançar seus objetivos é distinta, enquanto o Ciberativismo atua dentro da lei o Hacktivismo utiliza técnicas de transgressão. Ambos são fenômenos sociais complexos que ganham várias formas e se expandem em conjunto com a internet.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s